20 de novembro de 2011

D.DUARTE A CONSCIÊNCIA DA NAÇÃO



«D.Duarte não perdoa «fortunas que abençoaram alguns políticos»
Pretendente ao trono português defende que políticos sejam responsabilizados»



Não conheço D. Duarte. Mas tenho que as suas intervenções têm sido caracterizadas por um sentido de estado e de pátria desprovida do mal partidário.

Entre uma república vinda do seio partidário e uma monarquia apenas simbólica e com sentido pátrio, optava já pela segunda.

A república está podre!
Fonte: Causa Vossa

Sem comentários: