24 de novembro de 2011

Homenagem a um grande Monárquico, Diogo Ventura

A pesar de hoje ser um dia para mim de algum festejo pessoal por estar um ano mais velho fiquei com num misto de sensações que não sei como definir quando soube que o Diogo Ventura tinha falecido repentinamente. Há uma semana na última vez que comunicámos a vida dele tinha dado um revés como já tinha acontecido anteriormente mas ele com a sua boa disposição dizia que não seria nada de especial. Foi um homem que conheci muito antes destas coisas do Facebook, há 4 anos nos tempos dos combates em Fóruns como o FDR, PDR, Monarquicos.com e Forum Realistas. Sempre a lutar por Olivença e a publicitar o GAO . Com ele fiquei a saber mais sobre Olivença, Ceuta e a Tauromaquia. Era um apaixonado pela caça e um homem que viveu sempre a trabalhar no campo como também o seu pai tinha feito e como tal vivia da imprevisibilidade do que a Agricultura cada vez mais deficitária lhe dava para sustento. Era como eu um apaixonado pela Fotografia, foram imensas as horas a falar de fotografia e da sua técnica … e lá o convenci a comprar uma máquina digital pois ele era da Velha Guarda do Rolo e das Hasselblad’s que tinha. Num ano para que o site do Realistas não fosse abaixo pagou-me o alojamento mas Olivença era sempre o seu combate mesmo sendo Monárquico.
Devíamos nós monárquicos olhar para este grande exemplo de quem lutou sempre por causas, por quem defendeu sempre o Rei contra italianos e vendedores da banha da cobra … Diogo Ventura é um símbolo da União Monárquica que tanto precisamos, quem o conheceu sente a sua falta e presta-lhe uma homenagem, quem o não conheceu não sabe o que perdeu …

Dia 1 de Dezembro vou a Lisboa não só comemorar o dia mas beber um copo à memória do Diogo, convido todos que o conheceram a aparecer … a seu tempo darei mais detalhes.
VIVA O REI !!!

Rui Paiva Monteiro

Fonte: Causa Monárquica

A  Real Associação do Médio Tejo sente profundamente o desaparecimento inesperado de tão ilustre patriota, partilha a dor da perda e envia à família as mais sinceras condolências.

Sem comentários: