21 de novembro de 2011

IGREJA RECEBE PEDIDO DE BEATIFICAÇÃO DA PRINCESA DONA ISABEl, "A REDENTORA", BISAVÓ MATERNA DE SAR D. DUARTE DE BRAGANÇA

A arquidiocese do Rio de Janeiro recebeu um pedido formal de abertura do processo de bem-aventurança e beatificação da Princesa Dona Isabel junto ao Vaticano. A justificativa maior para a canonização é a assinatura da Lei Áurea, de 1888, que aboliu a escravidão no Brasil, e as dificuldades que ela teria passado no exílio depois da proclamação da república, em 1889.
O pedido, feito por pessoas partidárias da Monarquia, foi recebido pelo arcebispo do Rio de Janeiro, D. Orani João Tempesta, que prometeu levar o caso à arquidiocese de Paris, uma vez que a princesa morreu em França, há 90 anos. Uma comissão, que será comandada pelo monge beneditino D.. Robeto Lopes, dará início aos estudos e às pesquisas sobre a vida de Dona Isabel.
Os requisitos para que o papa beatifique uma pessoa são provas de virtude em grau heróico, santidade popular ou um milagre. A igreja investigará testemunhos de pessoas que dizem ter sido curadas por orações dedicadas à filha de dom Pedro II antes de encaminhar o pedido de beatificação ao Vaticano.
 

Sem comentários: