23 de novembro de 2011

Porquê tanta contestação da Esquerda contra o fim do 5 de Outubro como feriado ?

Realmente a Esquerda em Portugal está desorientada, ou é da entrada da Troika e do vazio ideológico que anos sucessivos de má gestão levaram. Se formos a ver uma pequena sondagem feita pelo jornal do Público rapidamente nos apercebemos que o 5 de Outubro é o feriado político que está em primeiro lugar para desaparecer, vendo na SIC as pessoas a serem questionadas sobre o assunto também se verifica que a elas lhes é indiferente o dia e que no geral preferem mais que desapareça o 5 de Outubro do que um feriado religioso. O PS é contra “acabar com o 5 de Outubro” mas onde está a coerência de discurso político do mesmo quando na Declaração de Princípios aprovada em 2011 eliminaram o partido Laico e Republicano dos mesmos ? Será que é para ir caçar votos ?
Quanto ao Bloco de Esquerda não seria de esperar outra coisa tendo em conta a posição do mesmo perante o dia 1 de Fevereiro de 2008 e a manifestação de jovens ganzados e mascarados a dar vivas ao Buiça e Costa na Praça do Comércio no mesmo dia, tal também não é de esperar outra coisa quando Francisco Louçã insultou Paulo Teixeira Pinto escudando-se na imunidade parlamentar quando alvo de um Processo por Difamação.
A política em Portugal cada vez menos é sinónimo de Ética e de verticalidade de princípios … resvala por vezes para outra palavra mais pejorativa “A Mentira”. Resta-nos saber quais os novos episódios porque não se vê a resolução da Crise em Portugal com a legalização de Barrigas de Aluguer … a não ser que seja para procriar mais republicanos porque cada vez são menos felizmente.

Alexandre Paiva

Fonte: Causa Monárquica

Sem comentários: