20 de abril de 2012

Porque não houve "primavera árabe" em Marrocos



Marrocos não é governado por uma oligarquia. A simples existência de uma monarquia é freio para as arremetidas do gangsterismo político. Mas há uma explicação para o silêncio das grandes centrais da demagogia e da parvalhização. Segundo os mais atentos analistas, o Reino está a passar por uma verdadeira revolução silenciosa. Está-se a adaptar à nova realidade mundial, ganhou peso concorrencial e está a investir grande parte dos recursos na modernização das comunicações e infraestruturas. Acresce que o investimento na educação científica e tecnológica o vai libertando da dependência externa. O milagre económico tem um animador: o Rei. As boas notícias não são objecto dos noticiários. Os especuladores internacionais também não têm razão para qualquer euforia. Em Marrocos não vai haver turbamulta nas ruas. Nem barbudos, nem plutocratas!
 
Miguel Castelo-Branco
 

Sem comentários: