8 de maio de 2012

Portugal...uma república democraticamente imperfeita

«O Índice de Democracia é um índice compilado pela revista The Economist para examinar o estado da democracia em 167 países, na tentativa de quantificar este com o Economist Intelligence Unit Democracy Index do que se concentrou em cinco categorias gerais: o processo eleitoral e pluralismo, as liberdades civis, o funcionamento do governo, participação política e cultura política.»

Segundo esta fonte, Portugal é considerado, e bem, uma "democracia imperfeita".


No rol de "democracias plenas" deixava apenas as seguintes duas notas:

1.ª) Em 25, 12 são Monarquias;

2.ª) No top 10, 7 são Monarquias.


Aproveitando o embalo reformador, em que tudo, tudo mesmo, deve, e bem, ser questionado e inerentemente reformulado, não devia este regime ser também questionado?

Além de historicamente ilegítimo (face ao povo de que faço parte), também sai mais caro ao erário público (dos meus impostos portanto) do que uma Monarquia e, em 101 anos, ainda não deu alegrias aos portugueses ficando muito aquém do paralelismo aos nossos tempos em Monarquia, bem como hoje em relação às nossas actuais ex-congéneres.
 
PPA
 

Sem comentários: