28 de agosto de 2012

Os Hospitalários no Caminho de Santiago

evento_hospital_rios.jpg
 
A peregrinação, a recriação histórica, a festa medieval
Em Matosinhos, a ligação a Santiago, às rotas seculares das peregrinações religiosas é óbvia e muitos são os locais de abrigo e de protecção contra salteadores, lobos e intempéries. O Mosteiro de Bouças foi um deles, mas o Mosteiro de Leça do Balio é paradigmático no conjunto de locais de acolhimento e assistência aos romeiros que iam visitar o túmulo do Apóstolo em Compostela.
O Mosteiro de Leça do Balio, magnifico monumento do gótico português, integra-se no vasto Património da Humanidade pelos itinerários dos Caminhos de Santiago percorridos por peregrinos de toda a Europa. A Ordem dos Hospitalários, que neste mosteiro veio a fazer, no século XII, a sua casa mãe em Portugal, dedicava-se a esta caridosa assistência, a exemplo de outras ordens.
Os romeiros que passam em Matosinhos rumo a Santiago, calcorreiam pela Via Bracarii, ou pela Karraria Antiqua ou pela Via Veteris, e atravessam o concelho norteando para Santiago de Compostela. Daí, a forte e indissociável ligação do Concelho a esta peregrinação e a sua riqueza em memórias e testemunhos antiquíssimos. A presença do Apóstolo Santiago espreita em cada esquina do concelho, quer seja na transmissão oral ou nos locais a ele afectos. Logo na entrada no Concelho, é deixar-se envolver na beleza e vetustez do Cruzeiro do Padrão da Légua que marca a separação entre a Via Veteris e a Karraria Antiqua.
Mas o elo entre o Concelho e Santiago mantém-se ao longo de todo o Caminho e está presente na História de Matosinhos, desde a mais longínqua referência. Conta uma tradição com raízes profundas que a singela Capela de Santo Antoninho do Telheiro, em S. Mamede Infesta, foi erigida no local onde Santo António, em peregrinação a Santiago, se refugiou, durante a noite, debaixo de um telheiro para se proteger dos perigos da viagem.
Obras de cariz emblemático são as várias pontes utilizadas nos diversos caminhos de peregrinação que facilitavam as travessias e passagem dos peregrinos, e que ainda hoje subsistem. Assim, ao longo de Matosinhos é possível percorrer o corredor do tempo através da visita à Ponte da Pedra, em Leça do Balio; à Ponte de D. Goimil, em Custóias e à Ponte do Carro, na linha limítrofe de Guifões e Sta. Cruz do Bispo. Também nesta freguesia, se encontra uma escultura de raiz evocatória à lenda de Santiago. O barco de pedra, representação da embarcação que transportou o corpo do Apóstolo Santiago na sua viagem da Palestina para a Galiza, tornou-se objecto de culto para os fiéis de Santiago.
 

PROGRAMA

Quinta-feira, dia 6 de Setembro
17h00 - Abertura da Feira
19h30 - Recriação histórica da chegada dos peregrinos ao Mosteiro
22h00 - Concerto de música de índole Medieval
24h00 – Encerramento
 
Sexta-feira, dia 7 de Setembro
12h00 - Abertura do mercado
22h00 - Concerto música medieval
24h00 - Recriação da Lenda de Ferro Caldo
01h00 - Encerramento
Sábado, dia 8 de Setembro
12h00 - Abertura do mercado
15h00 - Recriação Histórica - Entrada Régia “El Rei D. Fernando vem de Lisboa a Leça”
19h00 - Torneio Medieval apeado
20h30 - Ceia Medieval com animação
22h00 - Concerto música medieval
01h00 - Encerramento
Domingo, dia 9 de Setembro
10h00 – Peregrinação pelo Caminho de Santiago, da Capela de Santo António do Telheiro até ao Mosteiro de Leça do Balio
12h00 - Abertura do mercado
17h00 - Recriação histórica do Casamento de D. Fernando e D. Leonor
21h30 - Concerto de música medieval
22h00 - Espectáculo de encerramento
E ainda… saltimbancos e malabaristas; justas; acrobacias, danças e folguedos; demonstração de aves; dança do ventre; encantador de serpentes; adubamento de novos Cavaleiros; animação em arruadas pelo recinto; treino da guarnição; adestramento de falcoaria para a caça Altaneira; bailias e danças ao som da gaita-de-foles; aplicação de castigos na praça pública; treinos com arco; mostra de armas; Autos de Fé; passeios de burro; treinos de armas; jogos; cetraria e falcoaria; teatro de fantoches… e muito mais.

Sem comentários: