7 de outubro de 2012

D. Duarte Pio defende monarquia como possível solução para Portugal


 
Duque de Bragança diz que regime republicano é o responsável pelo estado a que chegaram as contas públicas.
 
D. Duarte de Bragança defendeu que a monarquia é uma solução para refundar um projecto nacional. D. Duarte Pio fez um balanço bastante negativo do actual regime republicano, acusando-o de ser responsável por aquilo que considera ser “uma perda de independência nacional”.

“O actual regime vigora há pouco mais de 100 anos e muitos dos seus governantes, por acção ou omissão, não quiseram ou não foram capazes de evitar o estado de deterioração a que chegaram as finanças públicas”, criticou D. Duarte de Bragança, esta tarde, no Palácio da Independência, no Rossio, em Lisboa, na sua mensagem ao povo português pelo 5 de Outubro.

Para o Duque de Bragança, “tais governantes, é preciso dizê-lo de forma clara, foram responsáveis directos pela perda da soberania portuguesa e pelo descrédito internacional em que caiu Portugal, uma das mais antigas e prestigiadas nações da Europa”.

Perante esta análise, D. Duarte Pio apresenta o regime monárquico como uma possível solução: “É pois este o desafio que temos hoje pela frente, refundar um projecto nacional capaz de unir todos os portugueses de boa vontade com o objectivo de erguer Portugal devolvendo a esperança e o orgulho de cada português”.

Segundo D. Duarte, “para que este projecto nacional seja possível, teremos de repensar o actual sistema político e as nossas instituições, devemos também considerar as vantagens da instituição real renovando a chefia do estado para restaurar o vínculo milenar que sempre uniu os portugueses ao seu rei”.
 
Fonte: RRenascença

Sem comentários: