4 de outubro de 2012

Manifesto propõe monarquia como alternativa à república

Causa Real defende que mudança de regime «pode ser uma resposta a grande parte dos problemas» de Portugal
 
A associação Causa Real lançou na quinta-feira o manifesto «A Unir Portugal desde 1143», que propõe a monarquia como uma alternativa «válida e viável» à república para Portugal.

O presidente da associação, Luís Lavradio, defendeu, em declarações citadas pela Lusa, que «uma monarquia tem na sua cúpula uma instituição real que é independente e isenta e que encara e incorpora um projeto nacional que vai para além das próximas eleições», e isto «pode ser uma resposta a grande parte dos problemas» de Portugal.

Luís Lavradio recorreu ao exemplo de países como Suécia, Dinamarca, Bélgica, Espanha, Reino Unido, Japão ou Canadá, que continuam a ser uma monarquia e «são exemplos de extraordinários de projetos nacionais».

O presidente da associação reconhece que as pessoas têm uma ideia errada da monarquia e ironiza ao dizer que nada tem a ver com as «cortes do século XVIII», mas é antes uma alternativa política para Portugal.

O manifesto já foi assinado pelo ex-presidente do BCP Paulo Teixeira Pinto, pelo vice-presidente da Caixa Geral de Depósitos António Nogueira Leite, pelo ex-ministro Augusto Ferreira do Amaral e pelo administrador da Fundação Calouste Gulbenkian Diogo Lucena.

O texto da Causa Real foi publicado no Facebook, onde a associação tem mais de oito mil seguidores, com o objetivo de que mais pessoas subscrevam a ideia de um Portugal monárquico.
 
Fonte: TVI24

Sem comentários: