8 de março de 2018

A Monarquia é parte integrante da tradição!

Nenhum texto alternativo automático disponível.


A tradição está intimamente ligada à valorização da História nos mais informados, ou ao mito histórico na generalidade do povo: representa a veneração dos antepassados ilustres que contribuíram para que a História fosse feita.
A tradição não é uma ideologia política. Reduzir a tradição a um determinado sistema político, é contribuir para o seu desaparecimento. A tradição é um conjunto de valores que tem de existir em todas as situações e em todos os momentos. Os valores da tradição são intemporais e temos de considerar a tradição entendida isoladamente e em si mesma. Os que separam a tradição dos valores, adoptam uma qualquer "tradição" adequada e limitada a cada período ou época da História.
O Rei simboliza a nação e, como tal, a representação do Rei não pode ser arbitrária como um qualquer sinal, a não ser que destruam o povo que é a sua representação. Assim, também Rei não pode ser transformado num mero instrumento de governação. Um símbolo nunca pode ser um objecto a utilizar, mas sempre uma premissa, pois encerra algo de maior. O facto de o Rei governar, como defendem os tradicionalistas, não passa de um detalhe, ou um pequeno pormenor.


Sem comentários: