31 de março de 2015

SAR, D. Duarte de Bragança reinaugura espaço museológico da acordeonista Eugénia Lima



Este espaço que passa a partir de agora a ser a sede do Instituto Eugénia Lima, guarda todo o espólio de artefactos, gravações e parte do arquivo histórico e pessoal da vida artística e privada da artista de Castelo Branco, que se radicou em Rio Maior.


O espaço inaugurado em 2013 pela própria, servia principalmente para arquivo, mas também para sala de visitas e para actuações da artista em privado para familiares, amigos, membros da sua tertúlia, fãs e admiradores.


O Recanto é um espaço patrocinado pela família de António Coito, pela Fundação D. Manuel II, Fundação Histórico Cultural Oureana e Câmara Municipal de Rio Maior.


Neste dia em que também foi lançado o último trabalho discográfico de Eugénia Lima, "Nem 8 nem 80" foi-lhe prestada uma homenagem no Cine-Teatro de Rio Maior num espectáculo que reuniu vários artistas, admiradores e familiares da acordeonista.


Fonte: O Mirante

Sem comentários: